Estabelecimento Comercial fica na Avenida Amazonas
Estabelecimento Comercial fica na Avenida Amazonas

O empresário Alexandre Leal, sócio proprietário do Pare e Compre Conveniência, informou ao site do Koiote, na quinta-feira 27, que ao contrário do que citado por alguns entrevistados na matéria sobre “Obstrução contra Força Tarefa vaza no WhatsApp” e “Não Cometi Ilicito, diz Josimar Marinho”, o estabelecimento não foi notificado, fechado ou teve a sonorização apreendida, pois está todo legalizado.

Segundo Alexandre a empresa também não realizada eventos que fecham a avenida Amazonas. “Nós somos apenas fornecedores e não participamos dos eventos realizado no meio da avenida Amazonas. Somos apoiadores da Chapada e Chitara, mas o Pare e Compre não faz eventos na rua. Estranhamento o nome do meu estabelecimento foi citado na matéria. Estamos todo legalizado desde alvarás e outros licenciamentos. Procuramos cumpre com o dever as Leis”, diz Leal.

Obstrução contra Força Tarefa vaza no WhattsApp

 

Documento do Álvara de Funcionamento que vigora até o final de Dezembro
Documento do Álvara de Funcionamento que vigora até o final de Dezembro

Ele salienta que o estabelecimento gera emprego e renda na cidade e tem mais de 10 funcionários. Por isso quase diariamente vai a Secretaria de Meio Ambiente verificar a questão de burocracia para bom funcionamento. “Convido a imprensa e qualquer cidadão a adentrar no Pare e Compre vai ser bem atendido e verificar um ambiente agradável e todo legalizado, não compactuamos com nada ilícito. Infelizmente tem pessoas usando de forma errônea o nome da empresa para manchar nosso trabalho. Mas reitero que estamos todos legalizados. Inclusive quando tem som ao vivo é feito dentro do ambiente e eu mesmo vou com o coordenador Alzenilson Aquino providenciar a questão da sonorização”, completou.

Documento emitido pela Prefeitura e Secretaria de Meio Ambiente
Documento emitido pela Prefeitura e Secretaria de Meio Ambiente
Anexo de Documentos da Prefeita e Secretaria do Meio Ambiente
Anexo de Documentos da Prefeita e Secretaria do Meio Ambiente

Para ele o equivoco de algumas pessoas e veículos de imprensa de citar o nome da empresa dele  é em decorrência da proximidade do “Para e Compre” com outros estabelecimento que foram fiscalizados. Mas desde começo do funcionamento, na avenida Amazonas, no mês de Novembro, tudo está legalizado.

Contato: [email protected]

WhatsApp (92) 991542015