30.6 C
Parintins
terça-feira, abril 13, 2021

Vereador William Alemão viabiliza melhorias para atendimento a pessoas com deficiência em Manaus

O vereador William Alemão (Cidadania) se reuniu na última segunda-feira (15) com o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa com Deficiência de Manaus (CMDPD/Manaus), Neirymar Furukawa, a fim de discutir melhorias para a categoria. Questões relacionadas à estrutura física e de recursos humanos deram o tom da conversa e vão ser levadas ao prefeito David Almeida (Avante) pelo parlamentar, por meio de Requerimento.

Desde 2007, quando o conselho foi criado pela Lei Municipal 1.170, os atendimentos às pessoas com deficiência, mais conhecidas como PCD, ocorriam no Centro Social Urbano (CSU) do Parque Dez, zona Centro-Sul, numa sala projetada para esse fim.

De 2015 a 2019, porém, a entidade ficou praticamente inativa e o local, que havia sido criado especialmente para as ações, foi ocupado pelo Conselho Municipal Antidrogas (Comad).

“Vou encaminhar o documento ao Executivo solicitando um local apropriado para os atendimentos da entidade, ou o retorno para a sala projetada, antes ocupada pelo conselho”, garantiu William Alemão, que também vai viabilizar, junto ao prefeito, um intérprete de Libras para melhorar as ações destinadas às pessoas com deficiência.

De acordo com Neirymar Furukawa, no dia 13 de dezembro houve eleição para a nova composição do conselho. Os novos membros foram nomeados em março de 2020 pelo então prefeito de Manaus, Arthur Neto (PSDB), mas, por conta da pandemia do novo coronavírus, a entidade ficou impossibilitada de reivindicar a referida sala, projetada especificamente para a realização dos atendimentos.

“Precisamos desse espaço urgentemente para as nossas ações. Hoje o local do conselho para atendimento se resume ao número do meu celular”, reivindicou Furukuawa.

No Amazonas, aproximadamente 800 mil pessoas possuem algum tipo de deficiência. Em Manaus, o número é de quase 500 mil, segundo os últimos dados do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

“Isso demonstra a necessidade de atenção para este público”, acrescentou o presidente do conselho.

Membros

A entidade possui 26 membros, sendo 13 integrantes da sociedade civil organizada de diversas associações ligadas à área das pessoas com deficiência, e 13 representantes de órgãos ligados à saúde, educação, assistência social, trabalho, entre outros.

 

Texto: Valdete Araújo – Assessoria de Comunicação do vereador

Foto: Robervaldo Rocha – Dircom/CMM

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui