31.8 C
Parintins
sábado, junho 19, 2021

TSE troca chefe da área que cuida da urna eletrônica em meio a debate por voto impresso

Sob pressão por causa da defesa do voto impresso encapada por apoiadores do presidente Jair Bolsonaro, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) anunciou na terça-feira (11) a troca no comando da Secretaria de Tecnologia da Informação, responsável, entre outros, pela urna eletrônica. Deixa o posto Giuseppe Dutra Janino, após 15 anos como chefe de TI do TSE , e entra Júlio Valente, que é servidor de carreira da Justiça Eleitoral há 25 anos. Valente atuava como chefe da seção de totalização dos votos e divulgação dos resultados das eleições.

Primeiro colocado no primeiro concurso para analista de sistemas do TSE, em 1996, Janino é coautor do projeto que criou a urna eletrônica e ajudou a implementar o sistema que tornou mais ágil a votação e apuração de votos no Brasil.

Segundo o TSE, Janino deixa o comando do setor “a pedido”, mas, de acordo com o jornal O Globo, ele estava desgastado desde os problemas registrados nas eleições municipais de 2020, quando houve demora na divulgação dos resultados em diversas cidades. A troca da gestão da TI foi definida conjuntamente pelo presidente do TSE, ministro Luís Roberto Barroso, e pelos ministros Edson Fachin e Alexandre de Moraes, que assumirão a presidência no próximo ano.

Leia mais em:

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui