TCE-AM

Nesta quarta-feira (6), a Segunda Câmara do Tribunal de Contas do Amazonas (TCE-AM) julgou 416 processos em sua reunião ordinária. A sessão aconteceu no Plenário Virtual da Corte de Contas. Por causa da demora da sessão do Pleno, que durou quase 4 horas, a reunião da  Primeira Câmara foi adiada para a próxima terça-feira (12).

Foram aprovados pela 2ª Câmara, presidida pelo conselheiro Ari Moutinho Júnior, todos os 416 processos, dentre eles estão 322 aposentadorias e 55 de pensões, entre outros processos.

O próprio presidente da Câmara, conselheiro Ari Moutinho Júnior, foi relator de 107 processos. Com a relatoria do conselheiro Júlio Pinheiro estavam 55. Outros 22 processos tiveram relatoria do conselheiro-convocado Mario Filho, enquanto 232 processos era de relatoria do auditor Alípio Reis Firmo Filho.

Além dos relatores, a composição da mesa contou com a presença do auditor Alber Furtado. Representando o Ministério Público, participou o procurador do MPC, Ademir Pinheiro.

Foi anunciada ainda, pelo conselheiro Ari Moutinho, a realização da próxima sessão para o dia 2 de junho, às 9h.

Adiamento

A Sessão Ordinária da 1ª Câmara, anteriormente prevista para acontecer nesta terça (6), foi adiada para a próxima terça-feira (12).

A decisão foi do presidente da 1ª Câmara, conselheiro Josué Filho, que julgou necessário o adiamento devido ao tempo estendido da 11ª Sessão Ordinária do Tribunal Pleno, que finalizou por volta das 14h30. A sessão acontecerá às 9h30 no Plenário Virtual do TCE-AM.