Foto: Dhyeizo Lemos

A deputada estadual Mayara Pinheiro (Progressistas) protocolou o Projeto de Lei (PL) nº 428/2020 que estabelece a dosagem de vitamina D como exame de rotina nas unidades de saúde do Amazonas. Especialistas apontam a deficiência de vitamina D no organismo como uma epidemia disseminada em vários países.

Segundo a parlamentar, os baixos níveis da vitamina favorecem o surgimento de doenças como câncer, hipertensão, diabetes, infartos e derrames, além de distúrbios psiquiátricos, como depressão, esquizofrenia na adolescência e distúrbio bipolar. A depressão é uma das principais causas de incapacidade crônica em todo o mundo e um importante fator de risco cardiovascular, aumentando o risco relativo de doença arterial coronariana, bem como as taxas de morbimortalidade cardiovascular.

A combinação de vitamina D e tratamento antidepressivo tradicional pode levar uma otimização da terapia para depressão, além dos efeitos terapêuticos também nos fatores e risco cardiovascular. A insuficiência ou suficiência da vitamina no organismo é verificada por meio de exame de sangue.

Apesar dos raios solares serem a maior fonte de vitamina D, muitas vezes é necessário que a vitamina seja administrada de outras formas. Entretanto, aqui no Brasil, a recomendação para o uso do suplemento é feita apenas para grupos de risco de deficiências desta substância. O PL prevê que os médicos serão orientados a solicitar o exame e receitar a vitamina para pacientes quando for detectado nível abaixo do recomendado para o organismo.

“Por se tratar uma questão de saúde pública e um importante meio de prevenção contra outras doenças razões pelas quais conto com o apoio […] para aprovação da propositura”, justificou a deputada.