26.3 C
Parintins
sábado, maio 15, 2021

Programa Médicos pelo Brasil deve aproveitar 2.000 profissionais cubanos

O programa Médicos pelo Brasil deve aproveitar cerca de 2.000 profissionais cubanos que trabalhavam no Mais Médicos. De acordo com reportagem do jornal O Estado de S. Paulo publicada nesta 3ª feira (17.set.2019), a proposta já havia sido defendida pelo Ministério da Saúde. O Ministério da Educação, entretanto, negou a possibilidade, pois os profissionais não podem atuar sem a validação do diploma.

A solução para aproveitar os profissionais que já atuavam no Brasil foi criar o cargo de “apoiadores médicos”. Esse cargo receberia o mesmo valor de médicos residentes no Brasil (R$ 3.400). O número representa uma queda brusca em relação à bolsa do programa Mais Médicos, que tinha 1 valor líquido de R$ 11.700.

A proposta deve ser apresentada nesta 3ª feira (17.set.2019) pelo senador Confúcio Moura (MDB-RO), relator da MP (Medida Provisória) que cria o programa Médicos pelo Brasil. A MP deve definir que os profissionais cubanos poderão atuar na atenção básica por até 2 anos. Durante esse período, os profissionais poderão prestar o Revalida (prova para a validação do diploma estrangeiro) por até 4 vezes.

As discussões sobre a proposta envolveram 7 audiências no Congresso. Entre os convidados, o ministro Abraham Weintraub (Educação) colocou-se a favor da realização anual do Revalida. /// poder360

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui