Foto: Márcio Costa

A Prefeitura de Parintins, por meio da Secretaria de Saúde, irá fiscalizar farmácias e drogarias sobre o cumprimento da proibição da venda sem receita médica dos medicamentos hidroxicloroquina, cloroquina (ou similares) e azitromicina.

 

Uma decisão judicial da 4ª Vara da Fazenda Pública em Manaus veta a venda dos medicamentos sem prescrição médica, e exige das farmácias e drogarias que retenham as receitas referente aos medicamentos.

 

Cabe ao Governo do Estado e aos 62 municípios do Amazonas a fiscalização rígida do controle desses medicamentos, amplamente citados como eficazes no combate ao coronavírus, mesmo sem conclusivo parecer científico.

 

Caso haja descumprimento, o estabelecimento comercial poderá ser multado, além de ter suas atividades suspensas.