Fotos – Karla Vieira / Fundo Manaus Solidária e Márcio James/Semcom

Os envelopes com as 75 propostas submetidas pelas Organizações da Sociedade Civil (OSCs) ao 3° Edital de Fomento do Fundo Manaus Solidária, da Prefeitura de Manaus, foram abertos nesta terça-feira, 6/10, no auditório Isabel Victoria de Mattos Pereira do Carmo Ribeiro, sede da prefeitura, bairro Compensa, zona Oeste. Do total de OSCs participantes, 64 foram consideradas aptas para a próxima fase do edital e 11 foram eliminadas do processo. O resultado final do edital, após todas as fases, será anunciado no dia 30 de novembro.

A abertura dos envelopes faz parte do processo de seleção e tem o objetivo de verificar o cumprimento das exigências previstas no edital. Segundo a presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o 3º Edital de Fomento teve recorde de inscrições e isso demonstra a seriedade, o compromisso e a transparência com que o trabalho é conduzido.

“A adesão das organizações ao edital é extremamente positiva, pois possibilita que mais pessoas em situação de vulnerabilidade sejam beneficiadas, reforçando ainda mais o trabalho de assistência da gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto. Isso nos alegra muito. Nossa intenção, especialmente com os editais de fomento, é sempre o de auxiliar esses grupos, prova disso é que já distribuímos mais de R$ 18,5 milhões de recursos às organizações sociais. Reconhecemos o valor que elas possuem na vida das pessoas e como são importantes auxiliadoras das ações realizadas pelo município”, disse a primeira-dama.

Responsável pela análise dos documentos, a comissão de avaliação dos projetos é composta por servidores do Fundo Manaus Solidária, das secretarias municipais da Mulher, Assistência Social e Cidadania (Semasc), Trabalho, Empreendedorismo e Inovação (Semtepi) e Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult).

A cerimônia também contou com a presença de representantes das organizações. Valesca Nascimento, psicóloga da Associação de Idosos Unidos Venceremos, acompanhou a abertura dos envelopes. A OSC, que atua na proteção de direitos e promoção de inclusão a quase 120 idosos, foi uma das 64 que avançou para a próxima fase.

“Esperamos poder continuar com essa parceria, pois é fundamental para o trabalho social que realizamos em nossa comunidade. Esses recursos ajudam a alavancar as nossas atividades, por meio da compra de material e pagamento de profissionais. Somos todos muito gratos à Prefeitura de Manaus pela oportunidade”, disse.

O Instituto Cultural de Desporto e Lazer do Estado do Amazonas (ICDLAM) também teve os documentos de sua proposta aprovados. A assistente social Eleide Gomes explicou que o fomento é fundamental para a continuidade do projeto “Esperança de Crescer”, que atende a cem crianças do bairro Jorge Teixeira, zona Leste.

“Esses recursos tiveram um impacto positivo enorme em nosso dia a dia, porque possibilitaram o pagamento de técnicos que atuam na instituição. E nossas atividades não se limitam somente aos jovens, mas a toda família, uma vez que estamos sempre buscando o fortalecimento de vínculos, por meio do atendimento psicológico e da atenção social”, afirmou.

3º Edital de Fomento

Com um prazo limite de até 11 meses para serem executados, todos os projetos são classificados em eixos. Das 64 organizações aprovadas, 18 pertencem ao Eixo I – Qualificação e Geração de Renda; 21 ao Eixo II – Inclusão social de crianças e adolescentes; 8 ao Eixo III –  Inclusão social de jovens e adultos; 2 ao Eixo IV – Inclusão social de idosos; 8 ao Eixo V –  Inclusão social de pessoas com deficiência e outras 7 ao Eixo VI – Defesa de direitos.

Conforme o edital, o resultado preliminar será divulgado no dia 16 de outubro, depois de realizada a análise das propostas pela comissão de monitoramento e avaliação. O resultado definitivo deve ser publicado no dia 30 de outubro, após o período para recursos.

O 3º Edital de Fomento do Fundo Manaus Solidária é destinado a Organizações da Sociedade Civil (OSCs), sem fins lucrativos, que realizam atividades nas áreas de capacitação e geração de renda, promoção da inclusão social e defesa de direitos humanos no âmbito do município de Manaus. Com o valor global de R$ 7 milhões, o chamamento irá contemplar projetos de até R$ 200 mil, cada.

A Prefeitura de Manaus, por meio do Fundo Manaus Solidária, já destinou mais de R$ 18 milhões de recursos, via editais de fomento, para organizações sociais.