Foto – Alex Pazuello / Semcom

O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, entregou nesta quarta-feira, 18/3, quatro Unidades Básicas de Saúde Móveis (UBSs Móveis), que serão integradas à rede municipal, ampliando em mais de 18 mil os números de atendimentos por mês. As unidades já começam a atender a partir de segunda-feira, 23, priorizando nesse primeiro momento o atendimento aos casos de síndromes gripais.

“Isso corresponde a entregarmos, de uma vez só, quatro UBSs novas. E não podemos esquecer que temos ainda duas UBSs fluviais singrando os rios Negro e Solimões, levando assistência às pessoas. Junte-se a isso o Samu 192, que tem condições de chegarmos mais rápido e termos mais flexibilidade para prestar socorro”, destacou o prefeito, antecipando que ainda este ano novas unidades de saúde serão inauguradas.

A entrega das UBSs Móveis foi feita na área de estacionamento da Central de Logística da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa), no bairro do Planalto, zona Centro-Oeste. O prefeito estava acompanhado da primeira-dama e presidente do Fundo Manaus Solidária, Elisabeth Valeiko Ribeiro, e pelo secretário municipal de Saúde, Marcelo Magaldi.

O novo serviço é uma estratégia para atender as necessidades e prioridades em saúde dos cidadãos que residem em áreas de expansão da cidade ou de vulnerabilidade social, considerando as dimensões epidemiológica, demográfica e socioeconômica, ou seja, atuarão em áreas de vazios assistenciais – onde não existe estrutura física de atendimento – mas também poderão atuar em situações onde haja excesso de demanda.

A expansão da cobertura de Atenção Básica de Saúde em Manaus é um dos principais compromissos previstos no Plano Municipal de Saúde de Manaus 2018-2021, no intuito de assegurar à população o acesso integral a ações e serviços de qualidade, de forma oportuna, contribuindo assim para a melhoria das condições de saúde.

“É mais um projeto inovador realizado na gestão do prefeito Arthur e que vai nos possibilitar ampliar a cobertura de saúde, principalmente em um momento como esse, de pandemia do novo coronavírus. Nossas equipes estão preparadas para atender quem esteja com sintomas de gripes, seguindo todo o protocolo estabelecido pela Vigilância Sanitária municipal, estadual e Ministério da Saúde. Reforçamos o pedido para que todos evitem aglomerações, que fiquem em casa e, assim, protejam sua saúde e das demais pessoas”, afirmou o secretário da Semsa, Marcelo Magaldi.

Foto – Alex Pazuello / Semcom

Combate ao novo coronavírus

As estruturas das novas Unidades Básicas de Saúde Móveis e seus profissionais também estão preparados para atender e direcionar possíveis casos do novo coronavírus. Desde o início das ações para o combate ao vírus causador da Covid-19, o prefeito Arthur Neto determinou que as ações externas sejam acompanhadas apenas pelos secretários da área específica e assessores diretamente envolvidos, inclusive sem acompanhamento da imprensa, para limitar o contato social e as possibilidades de contato.

“Por mim, não haveria restrição a ninguém, mas entre a economia e a vida das pessoas, tenho clara opção pela vida das pessoas”, afirmou Arthur, fazendo um apelo aos líderes religiosos para que evitem fazer cultos de grandes proporções nesse momento delicado da saúde pública.

O prefeito anunciou pagamento de horas extras para servidores da saúde e que está em estudo o abono para aqueles profissionais que estavam com férias programadas, para que se mantenham no trabalho de atendimento à população durante esse período de crise. Ainda esta semana, Virgílio deverá se reunir com seus secretários para receber a avaliação sobre os impactos econômicos e as medidas sugeridas. “Vamos fazer uma reforma administrativa imediata para reduzir custos”, avisou.