Prefeito Nene de camisa branca sendo abordado

Da Redação – Faltando 11 dias para a votação que vai escolher o novo prefeito ou prefeita na Cidade de Nhamundá, o clima voltou a ficar tumultuado e tenso no final da tarde de quarta-feira, dia 04 de novembro.

A maior parte da confusão foi na antiga rua “Sinésio Souza” e envolveu assessores, auxiliares e o atual prefeito Nene Machado de ua lado, e do outro a equipe de produção e apoiadores da Coligação “A Mudança de Verdade” da chapa Israel Paulain e Lulu.  A polícia teve de intervir e dispersar os grupos.

Além de Israel Paulain (MDB), a candidata Marina Pandolfo (PSD) e os candidatos Cleudo Tavares Mantegão (PRTB) e Cabeça Por Nhamundá (PSB) disputam a Prefeitura e quase diariamente fazem caminhadas pelas ruas da cidade.

 

Armas na produtora

O prefeito Nene Machado não pode mais ser candidato e apoia a Secretária dele Marina Pandolfo do PSD. O prefeito e simpatizantes afirmam que tentaram invadir a residência dele, violando a intimidade pessoal e familiar,  e por isso foi em busca de informações para denunciar o caso.

A equipe da TV e Rádio  vêm realizando filmagens em várias partes da área urbana e rural. Isso despertou a ira dos demais grupo.

Também Nene Machado alegou aos policiais que tinha recebido informações que dentro da produtora a  equipe de jornalistas teria em poder deles armamento pesado.

 

INTIMIDADOR

Os apoiadores de Israel Paulain acusam Nene Machado de, junto com capangas, tentar intimidar a produção do programa de TV, Rádio e Mídias Digitais de Israel e tentar invadir a casa aonde funciona a produtora na qual é feito o serviço midiático.

“O prefeito mandou os capangas invadirem a produtora a tarde, quando chegávamos do almoço. Ele viu a gente chegando, porque a produtora fica próxima a casa dele”, afirmou Bruno Gonçalves, diretor da produtora.

A Polícia Civil foi chamada para acalmar os ânimos. Populares relatam que mais de 100 pessoas ficaram aglomeradas na rua e na frente da produtora.

A própria polícia adentrou o prédio e só encontrou equipamento de trabalho dos profissionais da imprensa e nenhuma arma.

 

“NENE É AGRESSOR CONTUMAZ”

O candidato Israel Paulain emitiu nota de repúdio sobre o ato feito pelo prefeito Nene Machado e pediu segurança à população que não quer ser intimidada pelo prefeito.

Lembrou que o cidadão Marcelo Rodrigues, o “Pai Amado”, já foi agredido por denunciar descasos na saúde daquela cidade. “Sabe por que os adversários estão incomodados? Porque nossos vídeos falam a verdade e o caminho mais curto para nos calarem seria a destruição de nossos equipamentos. Não irei me calar! Sou contra qualquer tipo de violência. O meu recado está. A nossa vitória será dia 15 de novembro nas urnas”, afirmou Israel Paulain.

PROGRAMA DE ISRAEL

Nenê Machado teria ficado irritado com um vídeo que Israel Paulain postou em sua página nesta terça-feira (04), mostrando o abandono do hospital, postos de saúde e que a cidade não tinha durante a pandemia nem médicos e nem remédios. O Israel disse que a candidata Marina Pandolfo (ex-secretária da gestão de Nene), era a continuidade do governo de terror do prefeito.

“Em plena pandemia não havia médicos de plantão e as ambulanchas para prestar os primeiros socorros estão destruídas, faltam remédios. Marina tenta se desvencilhar de Nene, mas mente. Eles estão juntos para dar continuidade ao governo de terror”, diz a reportagem do programa de Paulain.

Devido ao clima tenso em que já vive a área urbana de Nhamundá foi solicitado do Tribunal Regional Eleitoral do Amazonas pedido de forças federais.