27.6 C
Parintins
quarta-feira, junho 23, 2021

Prefeito David Almeida afirma que estrutura da ‘feira flutuante’ será reutilizada após a cheia

O prefeito de Manaus, David Almeida, realizou na sexta-feira, 14/5, a terceira vistoria à “feira flutuante” da Manaus Moderna e afirmou que a estrutura da balsa, que irá abrigar quase 200 feirantes do Centro neste período de cheia, será utilizada, futuramente, como apoio durante reformas de outras feiras na capital amazonense.

Fotos – Ruan Souza/Semcom e Marinho Ramos/Semcom

“Toda essa estrutura, que está sendo montada nessa balsa, vai ficar à disposição da Semacc (Secretaria Municipal de Agricultura, Abastecimento, Centro e Comércio Informal). Após a descida das águas, vamos utilizá-la para levar para outros cantos da cidade, considerando que outras feiras precisam de reforma”, enfatizou o prefeito.

 

A Semacc, responsável pela administração das feiras e mercados da capital amazonense, está coordenando a transferência do setor de peixes e carnes da feira da Manaus Moderna para a balsa, que deve acontecer na próxima semana, abrigando, aproximadamente, 200 permissionários.

 

O secretário da Semacc, Renato Júnior, comentou sobre o empenho da gestão para essa obra. “Por determinação do prefeito David Almeida, estamos unindo competência com emergência, por isso estamos ‘a todo vapor’, para que possamos entregar o mais rápido possível esse espaço aos feirantes. Além disso, para outras áreas da feira, marombas e entrepostos já estão construídos, garantindo que o trabalho não pare”, destacou.

 

As secretarias municipais de Limpeza Urbana (Semulsp) e Infraestrutura (Seminf) trabalham, de forma integrada, adaptando o local, que está recebendo cobertura metálica, banheiros químicos, boxes metálicos e recebendo serviço de limpeza.

 

O secretário-chefe da Casa Militar, tenente William Dias, também esteve no local, durante a vistoria do prefeito, e destacou as ações do Executivo municipal, para combater os danos causados pela cheia do rio Negro.

 

“Temos feito a construção de pontes e passarelas em vários bairros da capital. Hoje, estamos no Centro, terminando praticamente mais de 500 metros de ponte, para que as pessoas que venham comprar a sua mercadoria, bem como os comerciantes que precisam trafegar ali com seus carrinhos e produtos, consigam transitar normalmente na área de feira”, comentou.

 

— — —

Texto- Maryane Maia / Semcom

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui