22.5 C
Parintins
segunda-feira, janeiro 18, 2021

PGE-AM retoma atendimento presencial ao público em agosto

A partir do mês de agosto, a Procuradoria Geral do Estado (PGE-AM) retomará o atendimento presencial ao público, após substituí-lo, temporariamente, de forma exclusiva, pelos meios eletrônicos, desde o final do mês de março, em função das medidas adotadas para evitar a propagação do novo coronavírus (covid-19). A retomada ocorrerá juntamente com um plano de retorno gradual das atividades, na sede do órgão, para servidores – exceto grupos de risco -, estagiários e residentes jurídicos da PGE-AM, que estavam em trabalho home office devido à pandemia.

No entanto, os contribuintes que desejarem se dirigir à sede da PGE-AM, na rua Emílio Moreira, nº. 1.308, no bairro Praça 14, zona sul de Manaus, para negociar seus débitos fiscais inscritos na dívida ativa do Estado, precisam ficar atentos, pois o atendimento presencial será retomado de maneira controlada, mediante agendamento prévio, que deverá ser feito a partir do dia 3 de agosto (segunda-feira). Dessa forma, pretende-se garantir a observação das medidas de segurança sanitária – como evitar as aglomerações, por exemplo -, necessárias para conter a disseminação do novo coronavírus. A única via para agendar o atendimento presencial será de modo on-line pelo e-mail [email protected]br.  O atendimento presencial de fato começará somente no dia 10 de agosto.

“Os contribuintes que comparecerem sem o agendamento prévio na sede da PGE-AM, não serão atendidos de forma presencial. Aqueles que agendaram, recomendamos que compareçam até 10 minutos antes do horário marcado no agendamento, pois eles serão atendidos somente no horário marcado”, explicou a coordenadora de Parcelamento da Procuradoria da Dívida Ativa da PGE-AM, procuradora Onilda Abreu.

Meios eletrônicos – Segundo Onilda Abreu, os canais eletrônicos adotados, durante a pandemia, continuarão disponíveis para os contribuintes que desejarem ser atendidos de forma remota. Os contatos poderão ser realizados via celular pelos números (092) 99401-0539, 99403-4980, 99403-0677, 99167-2354, 99172-1495 e 99171-3873 – todos com serviços de WhatsApp -, e pelos telefones fixos 3233-7854, 3649-3191 e 3649-3166, além do e-mail [email protected].br, que pode ser usado por contribuintes da capital, do interior e de outros estados.

Em conformidade com o decreto governamental nº. 42.061, de 16 de março de 2020, a PGE-AM decidiu substituir o atendimento presencial, na sede do órgão, pelo eletrônico como parte dos esforços para conter o avanço do novo coronavírus no estado.

Medidas Preventivas – De acordo com a portaria nº 53/2020, servidores que atuam na PGE-AM e contribuintes que forem atendidos de forma presencial na sede do órgão, deverão observar as medidas de segurança sanitária adotadas para conter a disseminação do novo coronavírus.

Entre os principais pontos que devem ser, obrigatoriamente, observados estão: manter o distanciamento de 1,5m (um metro e meio) entre as pessoas, usar máscara – tanto para a entrada quanto para a permanência na sede do órgão -, higienizar as mãos com água e sabão ou álcool em gel 70% (a PGE-AM disponibilizou um totem na entrada do prédio e colocou dispenser em vários locais do órgão).

Além dessas medidas, o número de pessoas, no ambiente interno da PGE-AM, será reduzido para evitar aglomeração. “Todas essas medidas são necessárias para evitar aglomerações e, consequentemente, a contaminação por Covid-19”, explicou a coordenadora administrativa da PGE-AM, Daiane Vieira.

Revogações – Por meio de uma portaria publicada neste mês de julho, a PGE-AM decidiu revogar a suspensão de cobranças administrativas no órgão, entre elas, aquelas cobradas nos atos de inscrição dos débitos na dívida ativa do Estado, no encaminhamento para protesto de certidões de dívida ativa e no ajuizamento de execuções fiscais.  Essas cobranças haviam sido suspensas, temporariamente, durante a pandemia.

Servidores – De acordo com a portaria de retomada das atividades presenciais da PGE-AM, os chefes das procuradorias especializadas e das coordenadorias vão estabelecer as formas para o atendimento externo, seguindo as medidas preventivas estabelecidas para o órgão, entre as estações de trabalho, podendo até promover o sistema de rodízio entre servidores, estagiários e residentes jurídicos em turnos matutino e vespertino, de modo a evitar aglomeração e diminuir o risco de contágio.

Os servidores efetivos e os comissionados, com idade a partir de 60 anos, estão automaticamente enquadrados no grupo de risco e não precisarão retornar às atividades presenciais no dia 17 de agosto de 2020, sendo autorizada a permanência deles em regime de home office.

Já os servidores efetivos ou comissionados portadores de cardiopatias, pneumopatas, nefropatas, diabéticos, oncológicos, pessoas submetidas a intervenções cirúrgicas ou tratamento de saúde que provoquem diminuição de imunidade deverão apresentar laudo médico e, posteriormente, o pedido de dispensa médica ou requerimento para o trabalho home office. As servidoras gestantes deverão apresentar atestado médico ou exames que comprovem sua condição.

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui