foto: Yara Nardi/AFP

Em uma Praça de São Pedro completamente vazia, algo inédito na milenar história da Igreja Católica, o papa Francisco realizou, nesta sexta-feira (27/3), a bênção extraordinária Urbi et Orbi, na intenção do fim da pandemia do novocoronavírus. Além disso, concedeu indulgência plenária, ou seja, o perdão dos pecados, aos fiéis.

O pontífice pediu para Deus “olhar a dolorosa situação” da humanidade. “Deus onipotente e misericordioso, conforta teus filhos e abre nossos corações à esperança, porque sentimos sua presença de Pai em nosso meio”, disse, ao abrir a oração.
O papa também pediu aos católicos que tenham fé, paciência e demonstrem união. Afirmou ainda que, em meio a um momento de caos social, é necessário priorizar as vidas. “É tempo de separar aquilo que é necessário daquilo que não é (…) Estamos todos no mesmo barco, todos.”
Itália
A bênção de Francisco reforça a gravidade da emergência global, principalmente na Itália, um dos países mais atingidos pela Covid-19, doença provocada pelo novo coronavírus. A Itália anunciou, nesta sexta-feira (27/3), um novo recorde, de quase mil mortes causadas pelo novo coronavírus em 24 horas, número que nenhum outro país alcançou até agora, segundo dados oficiais da Proteção Civil. /// Fonte: Correio Braziliense