Reprodução Internet

O número de pessoas infectadas pelo novo coronavírus cresceu 42,8% em uma semana, no Amazonas, de acordo com dados da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM). O total de casos confirmados do vírus saltou de 20.913 para 29.867 no período. O registro foi de 8.954 novos casos confirmados só nos últimos sete dias.

Até este domingo (24), o Amazonas tem 29.867 casos confirmados do novo coronavírus no estado, segundo boletim epidemiológico divulgado. Com relação às mortes, são 1.758.

Há uma semana, o número de casos da doença no estado era de 20.913 casos. Já as mortes somaram 1.433 mortes.

Dos 29.867 casos confirmados no Amazonas até este domingo (24), 13.881 são de Manaus (46,48%) e 15.986 do interior do estado (53,52%).

Além da capital, 59 municípios dos 62 têm casos confirmados.

De acordo com o governo, Envira e Ipixuna são os únicos municípios do Amazonas sem casos confirmados de Covid-19. As duas cidades registraram apenas casos notificados, que são os casos suspeitos para a doença. São 9 casos notificados em Envira e 13 em Ipixuna.

Plano para reabertura gradual do comércio

Com mais de 29 mil casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, o Governo Estadual disse que deve analisar, nesta segunda-feira (25), o planejamento para uma retomada gradual das atividades do estado a partir do dia 1º de junho – a decisão pode ser revogada, diz o governador, caso haja um aumento no número de mortes e casos de Covid-19 no estado.

“Tem havido um número menor de óbitos (por Covid-19) e isso tem diminuído ao longo dos últimos 15 dias. temos um aumento de casos, mas um número alto também de recuperados. Temos mais de 23 mil recuperadas. A gente consegue enxergar uma luz no fim do túnel. Todas as decisões de reabertura do comércio estão condicionadas à essa curva”, esclarece Wilson.

O plano é retomar as atividades no Amazonas no dia primeiro de junho, ao fim do decreto em vigor que mantém apenas o funcionamento de serviços essenciais até o dia 31 de maio. /// Por G1 AM