Cabo está internado há mais de 20 dias depois de levar 3 tiros

O cabo da Polícia Militar do Amazonas Aldison Guacebe de Almeida (SI/PMAM nº 23180), lotado no 4º Batalhão da Cidade de Humaitá, faleceu neste sábado, dia 26 de setembro, em Manaus. Ele estava internado no Hospital 28 de Agosto e foi vítima de arma de fogo na madrugada do dia 6 de setembro no Distrito da Comunidade de Auxiliadora, interior da cidade de Humaitá.

Cabo Adilson e mais outro militar Cabo Jovalino abordaram um grupo de homens, oriundos da comunidade do Jacundá, que bêbados, começaram a brigar entre si.

O grupo reagiu a abordagem dos PMS. Um pessoa do grupo identificado como Calyton foi para cima dos PMs e acabou levado tiros. Os demais do bando conseguiram dominar os dois PMs, tirar-lhes as armas e agredi-los. Fizeram vários disparos contra o Cabo Aldison. Tomaram as motocicletas dos PMs e queimaram.

Aldison primeiro foi atendido em Humaitá. Depois transferido até a cidade de Manicoré. E Manaus. O Comando Geral da Polícia Militar do Amazonas emitiu nota de pesar.

NOTA DE PESAR

É com grande pesar e consternação que a Polícia Militar do Amazonas informa o falecimento do CB PM ALDISON GUACEBE DE ALMEIDA (SI/PMAM Nº 23180), do efetivo do 4° BPM – HUMAITÁ, na manhã de hoje (26/09/2020 – sábado), no Hospital e Pronto-Socorro 28 de Agosto, local onde se encontrava internado, vítima de arma de fogo em ocorrência policial militar naquele município.

O Serviço Social e Funeral da PMAM encontra-se com a família dando apoio e providências quanto ao funeral.

O Comando da PMAM está providenciando o translado do corpo para a sua cidade, local onde receberá as honras militares e será sepultado.

Transmitimos nossos mais profundos sentimentos.

_“Polícia Militar do Amazonas, Servir e Proteger!”

Da Redação

contatos: (92) 991542015 whatsApp 

[email protected]