Na Capital Amazonense faz parte da Igreja Messiânica Mundial do Brasil e atua na Agricultura Natural
Na Capital Amazonense faz parte da Igreja Messiânica Mundial do Brasil e atua na Agricultura Natural

O militar e integrante da Igreja Messiânica Mundial do Brasil, Luis César Guimarães Lins, foi nomeado pelo presidente Jair Bolsonaro (PSL) como novo Coordenador Distrital de Saúde Indígena, do Distrito Sanitário Especial Indígena Parintins (DSEI-PIN). A nomeação ocorreu na quinta-feira, dia 09 de maio, e já foi publicada no Diário Oficial Nacional nesta manhã de sexta-feira (10).

Luis César entra no lugar de José Augusto dos Santos  Souza, que já foi vice-prefeito da cidade de Barreirinha. Nenga como é chamado José Augusto, ficou 19 meses no cargo. Os opositores dele, principalmente o ex-prefeito de Barreirinha Mecias Sataré, várias vezes, acusaram Nenga de quebrar acordo, que o levou a assumir o DSEI.

A indicação do militar  Luis César Guimarães Lins, segundo informou uma fonte do site do Koiote, foi do Deputado Federal Pablo. “Só sabemos que ele é militar da reserva e morou tempos em Brasília e Manaus. Deve se apresentar na segunda-feira em Parintins”, comentou a fonte.

Luis César Guimarães Lins é natural do estado do Rio de Janeiro, trabalhou como Gerente Regional Norte na empresa Serasa Experian, trabalhou na empresa RHF Recursos Humanos. Estudou Ciências contábeis e ciências administrativas na instituição de ensino Faculdade Mackenzie Rio e atualmente mora em Manaus. Na Capital Amazonense faz parte da Igreja Messiânica Mundial do Brasil e atua na Agricultura Natural – Manaus. Além de claro ser um ativista engajado na defesa do projeto do presidente Bolsonaro nas redes sociais.

Nomeação já foi publicada no diário oficial da União
Nomeação já foi publicada no diário oficial da União

[email protected]

Contato: [email protected]

WhatsApp (92)991542015