Corre atrás do fato por você

Mais de 200 pacientes recuperados da Covid-19 no Hospital Nilton Lins entre janeiro e 23 de março de 2021

HNL totaliza 212 pessoas curadas desde janeiro. FOTO: Arthur Castro/Secom.

“Eles são muito importantes, são o amor de alguém”. Assim, emocionada, a diretora do Hospital Nilton Lins, Ana Cristina Oliveira, descreveu o momento da saída de mais seis pacientes recuperados de Covid-19, nesta quarta-feira (24/03). Com a alta médica do grupo, a unidade totaliza 212 pessoas curadas desde janeiro. A unidade, reaberta pelo Governo do Estado, realiza o atendimento de pessoas com quadros leves e moderados.

O Hospital Nilton Lins reabriu no dia 26 de janeiro, para ampliar a capacidade de atendimento de pacientes com Covid-19 na rede estadual de saúde. A unidade possui 81 leitos clínicos e 22 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), demandando profissionais de diversas áreas como Psicologia, Enfermagem, Fisioterapia, Medicina, Nutrição e Farmácia para a formação de uma equipe multidisciplinar.

Ana Cristina considera a saída de pacientes um motivo de vitória para os profissionais de saúde do Hospital Nilton Lins.

“Não é fácil trabalhar com as emoções dos pacientes, guardando as nossas para dar força àqueles que estão sofrendo, querendo um carinho, uma palavra amiga aos que estão longe dos familiares. Eles são muito importantes, são o amor da vida de alguém. Estamos com a missão que Deus nos deu para cada um de nós, que é cuidar bem de cada um deles”.

Vitória

Um dos recuperados foi Josenilson Costa, 54. Natural de Belém (PA), Josenilson trabalhava na capital a serviço do Exército, quando começou a sentir os sintomas da Covid-19. Longe da família há dois meses, Josenilson comemorou a alta e agradeceu o apoio da equipe multidisciplinar envolvida no tratamento.

A unidade possui 81 leitos clínicos e 22 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). FOTO: Arthur Castro/Secom.

 

“Creio que Deus me colocou em um lugar que fui bem atendido e a minha reação foi a mais rápida possível. Peço muita saúde, muita cura não só aqui como em todos os lugares, as pessoas que estão necessitando dessa cura, de se livrar dessa doença e proteger os profissionais que estão envolvidos direta e indiretamente nessa correria contra a doença”, disse Josenilson.

A aposentada Marilene Reis, 63, também venceu a Covid-19. Internada desde o dia 2 de março, a idosa chegou a passar pela UTI do hospital. “Eu agradeço a Deus, em primeiro lugar, e a toda equipe que cuidou de mim, me trataram muito bem, não tenho reclamação, porque eu venci, eu passei pela UTI, eu passei mal, mas graças a Deus eu venci. Com fé em Deus de que eu vou chegar até o final”, disse Marilene. Ela foi recebida pela filha, Carla Reis, 31.

“É uma sensação inexplicável. Só de ver a minha mãe aqui, recuperada novamente e bem, eu não sei nem explicar, é maravilhoso. Deus é perfeito! Não foi fácil, mas sempre estava com Deus, pedindo bastante, rezando, orando, pedindo forças e que ela ficasse logo boa, E hoje, graças a Deus, é só gratidão. Agora é pra ir pra casa, terminar a recuperação em casa graças a Deus. Firme e forte”, disse a filha.

Comovida com a notícia da alta, a professora Valdelina Assunção, 47, disse estar ansiosa para rever os familiares. Ela também passou pela UTI. E disse ter lutado contra a Covid-19 pelas pessoas que ama.

“Agradecer a Deus mesmo, pela mão dele na vida de cada equipe, que nós sabemos que é muito importante a função de cada uma dessas pessoas aqui. Eu já agradeci a Deus, agora eu vou ver minha família que são as pessoas mais importantes da minha vida”, enfatizou a professora.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.