Corre atrás do fato por você

Idam trabalha com associações de produtores de Carauari para projetos de promoção social

 

Idam
Associações de produtores de Carauari. Foto: Divulgação/Idam

O Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam) disponibilizou seu corpo técnico para elaboração dos projetos e infraestrutura para auxiliar as organizações. Ao todo, foram beneficiados quatro projetos de organizações do município de Carauari (distante 788 quilômetros de Manaus).

O Fundo Casa Socioambiental é uma organização que visa a promoção da conservação e sustentabilidade ambiental, apoiando organizações da sociedade civil atuantes nessas linhas temáticas. As organizações de Carauari terão 12 meses para execução das propostas com o investimento de R$ 40 mil cada.

Para o técnico responsável pelos projetos, David Guimarães, a captação dos recursos fortalece a atuação do Idam como órgão garantidor de políticas públicas.

“Os recursos contribuirão para que as organizações de base possam realizar suas atividades na promoção de direitos, assim como promoverá o fortalecimento das organizações, comunidades e segmentos representados. Apoiar as organizações na captação de recursos é uma importante estratégia para efetivar nosso papel de garantir Assistência Técnica e Extensão Rural (Ater)”, frisou David.

Aprovados

Os projetos aprovados terão como executores a Associação das Mulheres Agroextrativistas do Médio Juruá (ASMAMJ), Associação dos Moradores do Projeto do Assentamento da Estrada do Riozinho (Ampaer), Associação dos Moradores da RDS Uacari (Amaru) e Associação dos Produtores Agroextrativistas da Comunidade Nova Esperança (Aane).

A ASMAMJ aplicará os recursos para o fortalecimento de cadeias produtivas protagonizadas por mulheres no Médio Juruá, bem como empoderamento feminino como forma de reduzir a vulnerabilidade e avançar na participação feminina em espaços de poder.

Já a Ampaer realizará um projeto para melhoria do processo produtivo da farinha de mandioca produzida pelos assentados do Projeto de Assentamento do Riozinho como forma de melhorar a renda dos agricultores por meio do beneficiamento de sua produção.

A Amaru, como espaço de representação das comunidades da RDS Uacari, tem como proposta a instalação de sistemas de radiofonia em comunidades isoladas do território para viabilizar a comunicação e o fortalecimento da organização em defesa de direitos.

Como forma de gerar renda e manter produtos de higiene e limpeza para comunidades isoladas do Médio Juruá, a Aane investirá os recursos na produção de saboaria artesanal com o uso de essências encontradas na Floresta Amazônica.

Fortalecimento

O gerente da unidade local de Carauari, Átrio Souza, acredita que as aprovações e o avanço da parceria do Idam com as entidades contribuem para o fortalecimento do setor primário em Carauari.

“Os R$ 160 mil que serão aplicados nas organizações sociais de Carauari permitirão que o Idam e as organizações possam melhorar a qualidade de vida e desenvolver cadeias produtivas no Médio Juruá, fortalecendo ainda mais nossa parceria e nossa presença na zona rural do município”, ressalta o gerente.

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.