22 C
Parintins
segunda-feira, maio 17, 2021

Governador do Amazonas cobra recado contra queimadas e teme piora em setembro

O governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC), disse que o mais importante, neste momento, é reverter a imagem de permissividade com relação às queimadas na Amazônia. “Precisamos construir uma relação institucional entre Estados e governo federal pra mandar o recado de que somos contra as queimadas ilegais e conter esse desgaste de imagem que estamos sofrendo”,disse.

Além disso, ele demonstrou preocupação com um período mais crítico pela frente. [Precisamos] efetivamente agir pra punir os responsáveis e diminuir os focos de incêndio, uma vez que o período de maior incidência é setembro”, afirmou ao Poder360.

Dados do Inpe mostram que as queimadas na Amazônia aumentaram 82% em relação em 2019 em relação ao mesmo período do ano passado. No início do mês, Bolsonaro chegou a demitir o diretor do órgão por ter ficado descontente com dados sobre o aumento do desmatamento divulgados.

O presidente Jair Bolsonaro culpou a seca pela tragédia e, sem qualquer prova, chegou a acusar ONGs ambientalistas de estarem por trás das queimadas para supostamente prejudicar seu governo.

A escalada internacional da crise segue aumentando. Nesta 6ª feira (23.ago), a fumaça dos incêndios chegou ao Peru. Ontem (22.ago), o presidente da França, Emmanuel Macron, afirmou que as queimadas serão debatidas pelo G7, grupo formado pelas 7 maiores economias do mundo.

O governo brasileiro teme que o país sofra sanções econômicas como resposta ao desmatamento na floresta. /// Poder360.com.br

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui