23.4 C
Parintins
domingo, março 7, 2021

Fake News no Amazonas: taxista registra em cartório ser autor de páginas falsas no Facebook

A Reportagem dos Sites do Koiote e ParintinsAmazonas teve acesso a uma Declaração que dá continuidade ao desenrolar de investigação sobre os perfis falsos denominados “Tainá Xavier” e “Carlito Gonçalves” na cidade de Parintins, no Estado do Amazonas. O documento, inserido no processo investigativo, é uma declaração do taxista Válber Pontes da Silva, o Cabecinha, assumindo toda responsabilidade pelas postagens nas duas páginas.

Válber Pontes – Taxista

A Declaração foi registrada no Cartório do 1º Ofício de Parintins no dia 11 de julho de 2019 e já está sob análise da Juíza do caso Larissa Rolim Padilha. No documento, Válber isenta a Assistente Social e Pedagoga Cleumara Monteverde Bentes de qualquer ação nas páginas falsas.

“Declaro que fui eu quem criou os perfis retro mencionados. Declaro ainda que minha companheira Cleumara Monteverde Bentes não tem nenhuma relação com tais perfis falsos. Que às vezes quando eu, Válber, estava sem internet, utilizava o celular de Cleumara sem o reconhecimento dela para realizar postagens”, diz o documento.

Na Declaração consta ainda que somente após as investigações é que o taxista Válber Pontes da Silva resolveu contar a verdade à companheira dele sobre as postagens. Bem como decidiu assumir as consequências dos atos.

A Reportagem ouviu os advogados dos citados. Eles não quiseram gravar entrevistas, porém adiantaram aguardar a manifestação da Justiça sobre esse tema, para dessa forma fazer estratégias.

Os perfis falsos denominados “Tainá Xavier Melo” e “Carlito Gonçalves” durante meses caluniaram, difamaram e denegriram a imagem de várias pessoas, desde empresários a políticos, na cidade de Parintins e Baixo Amazonas. Entre as pessoas que ingressaram na justiça pedindo investigação está a vereadora Vanessa Gonçalves (PROS) e o ex-presidente do Boi Bumbá Garantido Adelson Albuquerque. O advogado e ex-diretor da UEA Parintins David Xavier, o microempresário Dilon Gomes e o jornalista Glauber Gonçalves também sofreram acusações nas páginas fakes.

 

Por Mayara Carneiro – Jornalista

Da Redação dos Sites ParintinsAmazonas e Koiote.com.br

 

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui