Corre atrás do fato por você

Em Parintins, SES-AM abre Workshop de discussão dos desafios da 2ª fase do PlanificaSUS para organização da Saúde no Baixo Amazonas

FOTO: Tácio Melo/Secom


O PlanificaSUS tem como missão desenvolver e organizar o fluxo de atendimento ao público materno-infantil na média complexidade

Os avanços e desafios para implantação da segunda fase do projeto PlanificaSUS foi debatida, nesta sexta-feira (24/09), durante Workshop em Parintins, projeto que visa integrar a Atenção Primária em Saúde (APS) à Atenção Ambulatorial Especializada, com foco na ampliação da rede materno-infantil na região do Baixo Amazonas. Equipes da Secretaria de Estado de Saúde (SES-AM), do Ministério da Saúde e do Hospital Israelita Albert Einstein (Hiae) participaram do evento, juntamente com secretários municipais de Saúde da região.

O PlanificaSUS tem como missão desenvolver e organizar o fluxo de atendimento ao público materno-infantil na média complexidade, com a região do Baixo Amazonas sendo prioridade para início do projeto no estado. O plano foi desenvolvido pelo Ministério da Saúde, em parceria com o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e execução do Hospital Israelita Albert Einstein, para atuar em conjunto com estados e municípios.

O secretário executivo de Assistência ao Interior, da SES-AM, Cássio Espírito Santo, explicou que a pandemia acabou adiando o andamento do projeto de aperfeiçoamento da rede na região, mas o recrudescimento dos casos de Covid-19 e a retomada da rotina em unidades de saúde vem permitindo avançar. E a realização do workshop marca um ponto de partida para pôr em prática a planificação para o aperfeiçoamento da rede de assistência materno-infantil.

“Nós elegemos esse polo para ser o primeiro a fazer esse trabalho, estamos tentando trabalhar com Parintins o nosso primeiro case para montar os serviços, organizar e levar essas experiências para os outros municípios polos do estado. Aqui, a gente veio discutir os fluxos, a implantação dos serviços, a padronização, a questão de referência e contra referência de pacientes, a questão da implantação de serviços que atendam à necessidade da regional e que de maneira profícua, os municípios possam um ajudar a complementar o outro”, destacou o secretário Cássio.

Durante o evento, o secretário Cássio abordou a necessidade de investir na saúde do interior do Amazonas de forma diferenciada, levando em consideração suas especificidades, principalmente de logística. E a consultora do Hospital Israelita Albert Einstein, Aldeci Almeida, após visita aos municípios do Baixo Amazonas, concordou com essa realidade para tratar os diferentes de acordo com suas diferenças. Ela ressaltou a importância de recolher dados, experiências que demonstrem essa necessidade para mudança desse perfil de investimento.

“Eu não vejo como essa comunidade caminhar recebendo as mesmas condições que outros estados recebem, porque as diferenças logísticas daqui requer investimento diferenciado também. Não dá para pensar em Saúde pública por uma cartilha plana, esse trabalho exige customização para regiões como esta do Baixo Amazonas. O Einstein vem com o PlanificaSUS enquanto estratégia, com um processo de organização e educação do trabalho, mas é preciso união entre municípios e estado para mostrar a necessidade de revisão desse investimento”, salientou.

Para o secretário municipal de Saúde de Parintins, Clerton Rodrigues, o avanço para a segunda fase do PlanificaSUS vem em momento oportuno para reorganização da rede materno-infantil, em meio a um período de alta demanda deste público nas unidades do município, que é Polo de Saúde na região.

“A retomada do projeto PlanificaSUS vem com uma importância muito grande, haja vista que nós precisamos fortalecer muito mais ainda a questão do atendimento materno-infantil, seja no município de Parintins, seja nos municípios da regional do Baixo Amazonas. O projeto vem para intensificar, qualificar, melhorar, todo o trabalho que está sendo realizado no município de Parintins e na região, com apoio do governo do estado e com apoio do Hospital Albert Einstein também, para integrar todas as equipes dos municípios da regional. Isto tem um valor muito grande para que nós possamos qualificar a questão do atendimento às nossas grávidas e das nossas crianças”, disse o secretário.

Diagnóstico – Desde segunda-feira (20/09), equipes responsáveis pelo PlanificaSUS, SES-AM, MS e Conass estão em Parintins realizando um diagnóstico das unidades de saúde com foco na atenção materno-infantil. As visitas ainda ocorreram em unidades dos municípios de Nhamundá, Barreirinha, Boa Vista do Ramos e Maués, acompanhados dos profissionais da Rede Cegonha, que tem a missão de qualificar a metodologia de trabalho realizada nas unidades de saúde do Baixo Amazonas.

PlanificaSUS – No Amazonas, o PlanificaSUS é uma das estratégias da gestão estadual para promover o processo de regionalização da saúde, fortalecendo a assistência prestada nos municípios e descentralizando a atenção especializada da capital para o interior.

O PlanificaSUS foi lançado em 2019, e a região do Baixo Amazonas foi escolhida para a implantação do projeto-piloto. Na primeira fase preparatória foram realizados workshops, oficinas tutoriais e cursos curtos para profissionais dos serviços de atenção primária e especializada, gestão, além dos serviços relacionados à linha de cuidado prioritária.

Em decorrência da pandemia de Covid-19, as ações do PlanificaSUS foram suspensas, em 2020, e retomadas neste momento, em municípios que apresentam baixa incidência de novos casos de Covid-19.

Fonte: Governo AM

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado.