22.4 C
Parintins
sábado, maio 15, 2021

Em culto, Edir Macedo diz a Bolsonaro que sabe o que é ser alvo da mídia

Em culto neste domingo (1º.set.2019), Edir Macedo, bispo da Igreja Universal Reino de Deus e dono da Rede Record, disse ao presidente Jair Bolsonaro que sabe o que é ser alvo de críticas da mídia.

“Vamos continuar orando pelo nosso presidente. A mídia toda é contra ele. E eu sei o que é isso, porque nós vivenciamos o inferno da mídia, das pancadarias dela. Porque ela é uma imprensa marrom [termo pejorativo usado para se referir ao sensacionalismo]. Mas eu estou aqui”, disse Edir Macedo, sob aplausos, no Templo de Salomão, em São Paulo.

Na ocasião, o bispo chamou o presidente para ir até o altar para ser “consagrado”.Ao ir, o Bolsonaro foi acompanhado do bispo Renato Cardoso e de 2 seguranças.

“Vamos consagrá-lo como o profeta Samuel 1 dia consagrou o rei Davi. Nós vamos consagrá-lo”, disse Edir Macedo. O religioso disse ainda que iria fazer o que não foi possível fazer com “com 1 determinado candidato que veio a ser presidente”, em referência ao ex-presidente Lula.

“Aquele candidato veio a ser presidente, mas não nos deu o direito de fazer o que o senhor queria que eu fizesse. Mas o senhor escolheu este homem para liderar os mais de 210 milhões de pessoas neste país”, afirmou.

Católico, Bolsonaro ficou sério durante toda a cerimônia. Depois, foi conduzido para uma oração e ficou de joelhos, enquanto Edir Macedo mantinha as mãos sobre a sua cabeça.

Edir Macedo com as mãos sobre a cabeça de BolsonaroReprodução/YouTube – 1º.ago.2019

Após a oração, o religioso afirmou que Bolsonaro “vai arrebentar”. No momento, Bolsonaro enxugou lágrimas dos olhos.

“Se ele for fracassado, você será fracassado, nós seremos fracassados, como nós temos sido fracassados por conta dos desmandos, desleixos e injustiças que nós tivemos nesse país até aqui”, afirmou o líder da igreja Universal.

Mais cedo, Bolsonaro visitou, acompanhado da comitiva presidencial, todo o Templo de Salomão, inaugurado em 2014. 

CIRURGIA

Bolsonaro chegou em São Paulo nesta domingo por volta das 8h20, segundo a agenda oficial. No Aeroporto de Congonhas passou por uma avaliação médica pelos médicos Antônio Luiz Macedo e  Leandro Echenique.

No procedimento, foi identificada uma “hérnia na incisão cirúrgica” em operação anterior, feita em Bolsonaro para retirada da bolsa de colostomia e reconstrução intestinal. Devido a isso, o presidente deverá passar por uma nova cirurgiamarcada para 8 e 9 de setembro, no Hospital Vila Nova Star, em São Paulo.

Bolsonaro já passou por 3 cirurgias desde que levou uma facada em 6 de setembro de 2018, em ato de campanha eleitoral em Juiz de Fora (MG). Esta será a 4ª cirurgia. /// Fonte: poder360

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui