23.3 C
Parintins
segunda-feira, maio 10, 2021

Dez policiais do AM são alvos de operação que investiga tráfico de drogas, roubos e sequestros

Dez policiais do Amazonas são alvos de uma operação, na segunda-feira (19), por suspeita de tráfico de drogas, roubos e sequestros. Seis foram presos e quatro seguem foragidos.

A operação teve início na tarde desta segunda, após a prisão do grupo ser determinada pela Justiça. Dentre os dez policiais, oito são da Polícia Militar (PM-AM), sendo dois no cargo de Oficiais.

Investigações da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (DRCO) apontam que os suspeitos foram descobertos quando roubaram 1,5 tonelada de pasta base de cocaína de um traficante, há cerca de dez dias, e exigiram dinheiro dele para devolver a droga.

Na semana passada, os investigadores prenderam dois policiais civis no município de Novo Airão. A partir daí, o restante da quadrilha foi descoberto.

Material foi encontrado no município de Novo Airão. — Foto: Divulgação/PC-AM

Material foi encontrado no município de Novo Airão. — Foto: Divulgação/PC-AM

Ainda conforme as investigações, os suspeitos se passavam por policiais civis para praticar os crimes. Eles extorquiam dinheiro de pessoas com passagens pela polícia para não prendê-las de novo em flagrantes forjados.

Em alguns casos, os suspeitos sequestraram supostos bandidos e exigiram resgate. A polícia também investiga se o patrimônio dos suspeitos é compatível com o salário que eles receberam na corporação.

Em nota, a Polícia Militar informou que a Diretoria de Justiça e Disciplina (DJD) da Corporação instaurará procedimento disciplinar para analisar a conduta dos policiais. Os policiais militares estão custodiados no Núcleo Prisional e no Batalhão de Choque da PMAM.

“Todos os elementos apresentados durante a ação investigatória serão apurados de forma rigorosa. No curso do processo será dado aos militares o direito ao contraditório e a ampla defesa”, diz trecho da nota.

Por Alexandre Hisayasu, Rede Amazônica

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui