30.6 C
Parintins
terça-feira, abril 13, 2021

Dep. João Luiz acompanha início das operações da usina de oxigênio em Humaitá

Em Humaitá (a 696 quilômetros de Manaus), o deputado estadual João Luiz (Republicanos) acompanhou, nesta quarta-feira (10), o início das operações da usina de oxigênio, adquirida com recursos provenientes de emenda parlamentar conjunta, de autoria do Republicano e do deputado Felipe Souza (Patriota). Com isso, a partir desta data, o Hospital Regional Dra. Luiza da Conceição Fernandes do município passará a produzir o próprio oxigênio.

Ao lado do prefeito de Humaitá, José Sidnei Lobo, do vice-prefeito, Alexandre Perotti, da secretária Municipal de Saúde, Laura Patrícia, e da diretora do hospital, Nara Pollyanna, João Luiz visitou a área construída para alocar o equipamento e afirmou estar satisfeito por contribuir e participar de um momento tão importante para o município.

“A partir de hoje, a população de Humaitá e de cidades adjacentes será beneficiada com um equipamento moderno, que irá garantir o abastecimento, ininterrupto, de oxigênio ao hospital regional. Essa conquista marca um novo momento na rede de saúde do município, estou extremamente satisfeito em poder contribuir com melhorias na qualidade do serviço e atendimento hospitalar de Humaitá”, ressaltou João Luiz.

Para a secretária Municipal de Saúde de Humaitá, Laura Patrícia, o início das operações da usina de oxigênio é uma “dose de avanço e modernidade”, uma vez que, hoje, o hospital demanda da necessidade de translado de oxigênio. “Por conta dessa dependência de traslado, sofremos muitas vezes com o risco de ausência e interrupções no abastecimento de oxigênio. Mas, acredito, que a partir de agora viveremos uma outra realidade”, afirmou a secretária, ao comentar que a iniciativa do deputado João Luiz só reforça a importância das emendas parlamentares. “As emendas são de grande utilidade para que a gestão possa realizar aquisições urgentes e suprir as demandas de saúde pública necessárias”, completou.

De acordo com a diretora do Hospital Regional Dra. Luiza da Conceição Fernandes, Nara Pollyana, atualmente, são gastos dez litros de oxigênio na unidade de saúde, e, com a usina em operação, serão produzidos seis litros, por hora. “A usina será responsável por abastecer 60% do hospital com oxigênio. Em nome de toda equipe do hospital, agradeço ao deputado João Luiz por ter disponibilizado a emenda que irá suprir a necessidade dos nossos pacientes graves e pelo olhar especial sobre a nossa cidade”, destacou.

A diretora afirmou, ainda, que a usina irá contribuir, e muito, com a recuperação de pacientes em tratamentos respiratórios e de Covid. “A aquisição da usina é de suma importância para o momento que vivemos, com o aumento de casos de Covid e a necessidade do uso de oxigênio. Com o início das operações, vamos diminuir a nossa ida até Porto Velho para abastecer os cilindros de oxigênio, fato que ocorria duas a três vezes ao dia devido à alta demanda. Somente em fevereiro, registramos a internação de 57 pacientes graves, todos necessitavam de oxigênio”, acrescentou Nara Pollyana.

Mais recursos para Humaitá

o início das operações da usina de oxigênio é uma “dose de avanço e modernidade”

Além da usina de oxigênio, os deputados João Luiz e Felipe Souza destinaram ainda, por meio de emenda conjunta, R$ 1 milhão para a aquisição de um tomógrafo para o Hospital Regional de Humaitá. Segundo João Luiz, o local para a instalação do equipamento já está sendo providenciado e em breve o tomógrafo chegará à cidade para “fortalecer e reforçar o atendimento médico da unidade hospitalar neste período de pandemia da Covid -19”.

O parlamentar destacou, ainda, a transferência de R$ 350 mil para o Fundo Municipal de Saúde de Humaitá. Deste total, R$ 200 mil serão aplicados na manutenção preventiva do tomógrafo e R$ 150 na compra de insumos e medicamentos.

Para 2021, João Luiz já destinou mais R$ 400 mil para beneficiar o setor primário e as áreas social e cultural de Humaitá. Deste total, R$ 300 mil serão aplicados na aquisição de um caminhão para reforçar o escoamento da produção da Associação Nova Esperança de Produtores Familiares e Extrativistas da BR-319, no Distrito de Realidade, além de fortalecer o desenvolvimento econômico da região.

Também serão revertidos R$ 50 mil para a Associação de Pais e Amigos Excepcionais (Apae) e R$ 50 mil para o Instituto Numiá de Desenvolvimento Cultural da Amazônia.

Texto: Jeane Glay
Foto: Anderson Carneiro\Objetiva Produções

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui