31.8 C
Parintins
sábado, junho 19, 2021

CPI da Inquisição quer se meter até na Copa América

O Congresso Nacional aprovou na terça-feira (1º) a recomposição de quase R$ 20 bilhões em verbas que precisaram ser cortadas do orçamento deste ano em nome do equilíbrio fiscal. Já estamos entrando no sexto mês do ano e resolveram esse problema agora em comum acordo com o presidente da República.

O processo foi rápido graças a um trabalhoso acordo entre lideranças de todos os partidos, governo e oposição. Esse valor poderá ser integrado porque foram derrubados vetos assinados por Jair Bolsonaro. Mas todos os vetos derrubados neste momento tiveram o consentimento do presidente.

A recomposição de valores se deu em diversas áreas, entre elas, o agronegócio. A verba direcionada para o Plano Safra será liberada e o pagamento de serviços ambientais na área agrícola.

Além disso, foi liberado crédito para que estados e municípios disponibilizem gratuitamente internet para alunos e professores do ensino público. Outro veto derrubado é o que prioriza o pagamento do auxílio emergencial para mães ou pais chefes de família. Foi um acordo bem sucedido conduzido pelo senador Eduardo Gomes (MDB-TO), que foi o relator dessa matéria.

PIB do Brasil surpreende em 2021
Essa recomposição só pode ser feita porque a economia brasileira está otimista. Nesta terça, o IBGE mostrou que no primeiro trimestre de 2021 houve um crescimento do PIB do Brasil de 1,2% — o mercado esperava 0,8%. Quatro pontos percentuais a mais. Algumas previsões apontam o crescimento do PIB de 2021 em 5%.

Imaginem que no ano passado o FMI chegou a mostrar uma retração de 9%, e no final a queda foi de 4,1%. Neste momento, a Fundação Getúlio Vargas prevê um crescimento de 4,2%.

Temos recorde de arrecadação e, além disso, o índice de formação de capital (que mede a capacidade de empresas produzirem de bens que produzem outros bens) ficou em 17% — esse resultado é essencial para atrair investimentos.

Uso emergencial da Coronovac
Uma boa notícia para quem foi vacinado com o imunizante Coronavac, o que representa três em cada quatro brasileiros. A Organização Mundial da Saúde (OMS) aprovou para uso emergencial a vacina produzida pela Sinovac e que, no Brasil, é fabricada pelo Instituto Butantan. Outro laboratório chinês, o Sinopharm, já tinha conseguido essa aprovação para a sua vacina em maio lá.

Espetáculo de inquisição na CPI
Na CPI da Covid, vi mais alguns atos que revoltam o estômago. Eu tive que parar de assistir antes do almoço e esperei bastante tempo depois para ligar. A impressão que dá é que estão numa delegacia de polícia.

A inquisição é tanta que parece que os senadores estão tratando com pessoas que recebem propina de empreiteiras, ou com alguém que desviou recursos da saúde, ou com alguém que roubou da Petrobras.

Mas a realidade é que os parlamentares estavam ouvindo o depoimento de uma médica oncologista e cientista, a doutora Nise Yamaguchi. Foi uma falta de educação para dizer o mínimo.

O presidente da CPI, Omar Aziz (PSD-AM), chegou a dizer que quem afirma que os profissionais de saúde do Amazonas fizeram testes com cloroquina somente com o intuito de comprovar que o remédio é ineficaz, e com isso levou alguns pacientes a óbito, vão para o inferno.

Copa América no Brasil
A CPI da Covid virou a CPI da Bola? O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP) pretende convocar o presidente da CBF para explicar porque o Brasil irá sediar a Copa América. Os jogos acontecerão no Rio de Janeiro, Brasília, Goiânia e Campo Grande (MS).

No domingo (30), a cidade de Indianápolis, nos Estados Unidos, estava cheia de gente, com milhares de pessoas, para acompanhar uma corrida de Fórmula Indy. O brasileiro Hélio Castroneves ganhou pela quarta vez as 500 Milhas, uma das corridas de automobilismo mais famosas do mundo [nota da edição: nos EUA, 41% da população já recebeu as duas doses da vacina contra Covid-19, o equivalente a 135 milhões de americanos].

Dentro de 50 dias pode acontecer a Olimpíada em Tóquio. Só que o Japão só vacinou 2,7% da população com as duas doses, foram 13 milhões. O Brasil imunizou com ambas as doses mais de 10% da população, ou seja, 67 milhões de pessoas.

ACESSE AQUI GAZETA DO POVO

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui