22 C
Parintins
quarta-feira, junho 16, 2021

Bolsonaro convida estatais chinesas a participar do leilão do pré-sal

O presidente Jair Bolsonaro convidou nesta 6ª feira (25.out.2019) estatais chinesas a participar do megaleilão do pré-sal em novembro. “Estamos alinhados com a China em mais coisas além da questão comercial”, disse Bolsonaro.

O brasileiro encontrou-se com o presidente da China, Xi Jinping, em Pequim, capital chinesa. A prioridade da visita dele é ampliar a relação comercial entre os 2 países. A China é maior parceira comercial do Brasil. Segundo dados do Ministério da Economia, o comércio bilateral com o país registra expressivo superávit –em 2018, atingiu recorde de US$ 29,2 bilhões.

No encontro, Bolsonaro e Xi assinaram 8 atos (íntegra) para facilitar trâmites comerciais. O brasileiro afirmou que o Brasil é “1 mar de oportunidades” e que está fazendo o dever de casa para reconquistar a confiança do mundo. “Queremos compartilhar isso com a China”, afirmou.

Eis abaixo:

  • algodão – permissão para exportação do farelo do produto para a China;
  • carne bovina – permissão para exportação do produto termoprocessado à China;
  • Xingu – liberação para operação do empreendimento de energia elétrica Xingu Rio Transmissora de Energia;
  • energia renovável – cooperação no desenvolvimento de novos modais;
  • desburocratização – maior agilidade na certificação de operadores econômicos;
  • jovens cientistas – ampliação do programa de intercâmbio;
  • Capes – aperfeiçoamento dos cientistas brasileiros com a Fundação Nacional de Ciências Naturais da China;
  • Itamaraty – aumento da cooperação entre os ministérios das relações exteriores dos 2 países.

“Estava ansioso por esta visita porque temos na China o primeiro parceiro comercial e me interessa muito fortalecer este comercio, bem como ampliar novos horizontes. Hoje podemos dizer que uma parte considerável do Brasil precisa da China e a China também”, afirmou.

O militar também presenteou Xi com 1 agasalho do clube de futebol Flamengo. “O Brasil todo é Flamengo e com toda a certeza 1 bilhão e 300 milhões de chineses também serão Flamengo no final do mês que vem”, afirmou. O Flamengo jogará contra o time argentino River Plate no final da Copa Libertadores, em novembro.

Durante a campanha eleitoral, em 2018, Bolsonaro disse que os chineses estavam “comprando o Brasil”. Ao chegar no local, disse que não foi a Pequim “para falar de questão política sobre a China”. O brasileiro esteve com o primeiro-ministro chinês Li Keqiang e com o presidente da Assembleia Popular Nacional, Li Zhanshu. /// Fonte: poder360

Especial Publicitário

As maiores koiotagens

Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui