FOTO: RODRIGO SANTOS/SECOM

O Amazonas tem, nesta quinta-feira (02/04), 229 casos diagnosticados do novo coronavírus (Covid-19). Nas últimas 24 horas, foram confirmados 29 novos casos de Covid-19, doença causada pelo vírus. Ao todo, 35 pessoas estão internadas, sendo 18 em Unidades de Terapia Intensiva (UTIs), em estado grave.

Durante a atualização dos números e das ações de combate ao novo coronavírus, o secretário de Estado de Saúde (Susam), Rodrigo Tobias, e a diretora-presidente da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto reforçaram a necessidade do isolamento social para controle do Covid-19. O anúncio foi feito na tarde desta quinta, ao vivo, nas redes sociais do Governo do Amazonas.

Dentre os 229 casos confirmados pelo Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM), 205 são moradores de Manaus, um aumento de 26 novos casos em 24 horas. Na live, a diretora-presidente da FVS também informou que subiu para nove o número de municípios do interior com casos confirmados de Covid-19, após a entrada de três casos em Tonantins. Foram diagnosticados casos positivos em Parintins (3), Manacapuru (6), Itacoatiara (4), Santo Antônio do Içá (4), Boca do Acre (1), Anori (1), Novo Airão (1), Careiro da Várzea (1) e Tonantins (3), o que totaliza 24 casos no interior.

A diretora da FVS e o secretário da Susam reafirmaram que o compromisso no enfrentamento da doença está sendo feito pelo Governo do Estado, mas pediram o compromisso da população para cumprirem as medidas de isolamento social. “Portanto, a gente pede da população nesse momento que se sinta responsável. Ficando em casa vocês vão ajudar o sistema de saúde a prestar o cuidado necessário para aqueles que necessitam nesse momento de pandemia”, disse Rodrigo Tobias.

Das 12 mortes notificadas à FVS, três foram confirmadas para o novo coronavírus, três foram descartadas e outras seis seguem em investigação.

“Nós precisamos que a população colabore. Temos, hoje, um volume quase normal de tráfego de veículos nas ruas. Está havendo um sacrifício muito grande por parte dos comerciantes, do Distrito Industrial, dos trabalhadores autônomos (….) para paralisar suas atividades e, mesmo assim, hoje, nós temos 12 óbitos, dos quais três confirmados, três descartados e seis em investigação. É fundamental que o sacrifício de todo mundo que parou de trabalhar valha a pena. Todos têm que aderir à recomendação de permanecerem em casa e permanecerem isolados”, alertou a diretora.

Monitoramento – A diretora da FVS informou que o monitoramento dos pacientes confirmados para a Covid-19, que estão na quarentena, em isolamento domiciliar, será feito por meio de um aplicativo. O canal de monitoramento (Sasi) faz a comunicação entre o paciente em isolamento domiciliar e as autoridades de saúde e vai substituir, a partir desta sexta-feira (03/04), o monitoramento que era feito via telefone, por técnicos da vigilância da FVS e da Secretaria Municipal de Saúde de Manaus (Semsa-Manaus).

“Amanhã (sexta-feira, 03/04) nós estaremos utilizando em todos eles um aplicativo (…) chamado Sasi, que vai nos permitir acompanhar a distância a evolução desses pacientes em isolamento. Isso é muito importante, pois as equipes de vigilância não se exporão a quem tem o vírus, o que protege os trabalhadores da área de saúde. Ao mesmo tempo nos permite acompanhar. E, havendo sinal de gravidade, esses pacientes serão encaminhados para a rede”, detalhou Rosemary.

De acordo com a FVS, até esta quinta, 155 pessoas com confirmação da doença estavam em isolamento domiciliar, outras 36 estavam fora do período de transmissão da doença e 350 aguardam resultado da análise do Lacen.

FTI – O secretário da Susam confirmou que, nesta sexta-feira (03/04), começa a liberar para os municípios do interior a primeira parcela do Fundo de Fomento ao Turismo, Infraestrutura, Serviços e Interiorização do Desenvolvimento do Amazonas (FTI) do ano de 2020, no valor de R$ 23 milhões. O montante, na avaliação do titular da Susam, será um reforço para os municípios fortalecerem as ações de enfrentamento ao novo coronavírus.