Teste coronavírus exame covid-19 Lacen PB — Foto: Francisco França/Secom-PB

O Governo anunciou, na quinta-feira (26), a aquisição de 60 mil testes rápidos para Covid-19. A medida ocorreu após o aumento dos casos confirmados da doença no estado. Subiu para 67 o número de pessoas infectadas. Além de Manaus, outras três cidades registram casos. Segundo o governo, o número de testes ainda será insuficiente para atender a demanda.

De acordo com o governo do estado, a previsão do fornecedor é que os insumos sejam entregues ao governo na próxima segunda-feira (30).

A diretora-presidente da FVS-AM disse que, como o número de testes ainda será insuficiente para testar toda a população, nesse primeiro momento, eles serão aplicados apenas em pessoas que integram grupos de riscos, como profissionais de saúde, idosos e portadores de doenças crônicas.

“Esses testes são limitados e eles serão destinados a identificar rapidamente o novo coronavírus em profissionais de saúde, por uma questão de garantir a saúde e o isolamento deles, e pessoas com gravidade que precisam ser identificadas rapidamente, ou com potencial de gravidade. No caso, os acima de 60 anos e os que têm alguma comorbidade. Não vai ser destinado para a população em geral e nem para quem tem sintomas brandos”, afirmou Rosemary, por meio da assessoria de comunicação.

Kits enviados pelo Ministério da Saúde são utilizados para análise do novo coronavírus — Foto: Carolina Diniz/G1AM

Kits enviados pelo Ministério da Saúde são utilizados para análise do novo coronavírus — Foto: Carolina Diniz/G1AM

Novo coronavírus no Amazonas

O Governo no Amazonas confirmou nesta quinta-feira (26) 67 casos do novo coronavírus no estado. Em coletiva de imprensa on-line, a diretora da Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM), Rosemary Costa Pinto informou que 18 outros casos suspeitos estão em análise.

Nas últimas 24 horas, o Laboratório Central de Saúde Pública do Amazonas (Lacen-AM) identificou 13 casos novos da doença. /// Fonte: G1 AM